Descrição do curso

O curso de Bacharelado em Ciência da Computação (BCC) da UFPR está classificado com nota 5 no último ENADE (2017), uma das melhores avaliações que compõem o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES/MEC). Segundo o Ranking Universitário da Folha (RUF), versão 2019, o curso é o 9º melhor do país, sendo o segundo da região Sul e o melhor classificado no estado do Paraná.

O curso abrange de forma não exclusiva três diferentes perfis profissionais: empreendedor, desenvolvedor e acadêmico, que refletem as diferentes aptidões e competências dos formandos e suas diferentes atuações.

O curso oferece 90 vagas (Vestibular + SiSU/ENEM) em entrada única no primeiro semestre de cada ano e funciona em sua totalidade no campus do Centro Politécnico da UFPR, em Curitiba. Tem duração de 4 anos e exige dedicação em tempo integral, pois tem disciplinas nos turnos da tarde e da noite.

Histórico

O Departamento de Informática da UFPR (DINF) é um dos mais antigos do país. Criado em 20 de agosto de 1971, foi inicialmente denominado Departamento de Estatística e Computação Eletrônica. Em 10 de abril de 1975 passou a ser chamado de Departamento de Informática, mas apenas em 22 de dezembro de 1988 foi desmembrado do Departamento de Estatística, e as disciplinas e professores de cada área foram separados.

Em julho de 1975 foi realizado o primeiro exame vestibular para o curso de Tecnólogo em Processamento de Dados, o primeiro curso superior de informática do estado do Paraná. Esse curso tinha duração de 3 anos e visava formar rapidamente técnicos capacitados para atender à demanda crescente de informática no país. As aulas práticas eram realizadas no CCE (Centro de Computação Eletrônica), que tinha em sua infraestrutura um equipamento IBM 1130 com 8 Kbytes de memória, no qual os alunos processavam seus programas codificados em cartões perfurados na linguagem Fortran.

Em 1988 o curso de Tecnólogo em Processamento de Dados foi transformado no curso de Bacharelado em Informática, com 4 anos de duração (novamente o primeiro bacharelado na área no Paraná). Em 2000 o Curso de Bacharelado em Informática foi avaliado com conceito A pelo MEC e, seguindo sua recomendação, teve o nome alterado para Bacharelado em Ciência da Computação, em setembro de 2001.

Além dos cursos de graduação, o DINF criou o Mestrado em Informática em 1996, tendo formado mais de 550 mestres até 2021. Em 2008 a CAPES aprovou o Doutorado em Informática, primeiro doutorado público na área de Ciência da Computação no Paraná, que passou a ser oferecido pelo Departamento de Informática em 2009.

O Profissional e o mercado

O profissional de Ciência da Computação é um resolvedor de problemas. Para isso espera-se dos estudantes o domínio dos vários aspectos de um sistema de computação, transitando por todas as subáreas da Informática com naturalidade, além da capacidade de absorver novas tecnologias, acompanhando a evolução da Informática por toda a sua carreira.

Também são características esperadas para os estudantes da Ciência da Computação a capacidade de analisar e modelar problemas que lhes sejam apresentados, adotando as técnicas adequadas para solucioná-los da melhor forma possível, sendo criativos, curiosos e capazes de buscar alternativas, usando raciocínio lógico e bom-senso.

O campo de trabalho é assegurado em empresas e organizações de todos os tamanhos, das menores até as grandes multinacionais, órgãos públicos, no Brasil e no exterior. O egresso pode atuar como programador, analista, entre outros, dependendo das suas qualidades pessoais e do seu desenvolvimento durante o curso.

Perfil do egresso

O curso de Ciência da Computação da UFPR permite três diferentes perfis profissionais. Estes perfis refletem as diferentes aptidões e competências dos formandos e diferentes atuações. São eles:

  • Empreendedor
  • Desenvolvedor
  • Acadêmico

O primeiro e segundo perfis podem ser chamados de mercadológicos, ou seja, correspondem ao formando que vai para o mercado de trabalho. O empreendedor atuará mais na parte administrativa e o desenvolvedor atuará em desenvolvimento de software. O terceiro perfil corresponde ao formando que vai seguir carreira acadêmica e prosseguir seus estudos através de cursos de pós-graduação: especialização, mestrado e doutorado, atuando como pesquisador.

Competências e habilidades

O curso de Ciência da Computação da UFPR visa fornecer bases teóricas e práticas que permitam aos seus egressos evoluir profissionalmente em qualquer uma das vertentes descritas acima (empreendedor, desenvolvedor ou acadêmico). O objetivo principal do curso é fornecer ao aluno conhecimentos suficientes de maneira que este tenha condições de:

  1. Dominar os vários aspectos de um sistema de computação, transitando por todas as subáreas da informática com naturalidade, além de absorver novas tecnologias, acompanhando a evolução da informática durante toda a sua carreira;
  2. Analisar e modelar problemas que lhe sejam apresentados, adotando as técnicas adequadas para solucioná-los da melhor maneira possível, sendo capaz de buscar alternativas.

Duração do curso

O curso de Bacharel em Ciência da Computação (BCC) é integral, sendo que a concentração de aulas encontra-se no período tarde e noite, facilitando a execução de estágios durante o período da manhã.

O prazo previsto para o acadêmico concluir o curso de Bacharel em Ciência da Computação é de 8 (oito) semestres e o prazo máximo é de 12 (doze) semestres. A carga horária semanal típica é de 20 horas. O currículo pleno consiste num total de 3000 horas distribuídas em 4 grupos de disciplinas de formação e um conjunto de atividades complementares:

  1. Disciplinas de formação básica (900 horas)
  2. Disciplinas de formação geral (180 horas)
  3. Disciplinas de formação profissional geral (1.080 horas)
  4. Disciplinas optativas (360 horas)
  5. Atividades formativas complementares (480 horas)