Projetos de Extensão

Nesta página se encontram os projetos de extensão coordenados pelos professores de nosso grupo.

Computando Meu Contexto

Pensamento computacional é comumente entendido como um conjunto de habilidades de raciocínio que envolvem a coleta, análise e representação de dados, abstração, simulação, decomposição de problemas, entre outros. Embora estas habilidades sejam observadas em maior escala nos profissionais de computação, elas são úteis na resolução de diversos problemas, de diversas áreas. Este tema tem sido abordado em diversas pesquisas nos últimos dez anos, inclusive pesquisas que se propõem a “ensinar o pensamento computacional” para públicos diferenciados. Entretanto, embora o número de iniciativas de ensino, pesquisa e extensão tenha aumentado, existem públicos que ainda não têm sido explorados por estas iniciativas, especialmente públicos com contextos desafiadores como comunidades e públicos socialmente vulneráveis. Para estes públicos, a questão vai muito além de uma capacitação com o desenvolvimento de um modo de pensar e do ensino escolar, sendo também útil para diversas outras tarefas que envolvem cidadania, profissão, etc.; torna-se uma questão de inclusão e autonomia. Paulo Freire defende que, para ensinarmos algum conhecimento é preciso muito mais do que somente transmiti-lo, é preciso criar condições para que os alunos possam construí-lo, bem como fazê-lo de maneira que o que se pretende ensinar faça sentido em seus contextos, em sua realidade. Para isso, é necessário um envolvimento com os alunos, a escola e a comunidade, entendendo primeiramente os aspectos informais da vida em sociedade, para que, então, sejam elaboradas estratégias formais de ensino e aprendizado que favoreçam o desenvolvimento de habilidades técnicas socialmente situadas e conscientes. Este projeto se propõe a oferecer oficinas para a promoção do desenvolvimento do pensamento computacional com alunos de contextos desafiadores (e.g., baixa renda, público de jovens e adultos, etc.), oferecendo práticas e dinâmicas participativas com atividades que façam sentido para esses alunos, promovendo seu engajamento e autonomia.

Coordenador: Roberto Pereira